Atividade física e câncer

 

Atividade física e câncer

Comentado por   

A atividade física traz inúmeros benefícios ao organismo como aumento do condicionamento muscular, sensação de bem-estar, melhora da qualidade do sono e cognição, aptidão cardiovascular, entre outros.

Além desses descritos, a ciência nos mostra mais uma importância do combate ao sedentarismo que é a prevenção de doenças neoplásicas ou, simplesmente, câncer.

A prática regular de atividade física pode influenciar a redução do desenvolvimento de cânceres como mama (redução de 15-20%), endométrio (20%), cólon (19-24%), bexiga (13%), rim (23%), esôfago (21%) e estômago (19%), o simples fato de se diminuir o sedentarismo é benéfico na redução do aparecimento de neoplasia de mama, endométrio, cólon e pulmão.

Os dados positivos são demonstrados não apenas na prevenção, mas, também na melhora dos resultados em mortalidade de pacientes com câncer de mama e cólon.

Não obstante, também colhemos frutos na tolerância a quimioterapia antineoplásica com melhora da fadiga, náuseas e vômitos, diminuição do declínico cognitivo bem como da toxicidade cardíaca e mais rápida recuperação medular.

Esses achados benéficos devem-se a uma promoção do equilíbrio dos níveis hormonais, diminuição da rasistência a insulina, redução do intervalo do trânsito intestinal e conseqüente regularização da sua microbiota, imunorregulação levando a um fortalecimento das defesas do nosso organismo e manutenção do peso corporal adequado com conseqüente diminuição do tecido adiposo, estímulo a apoptose e inibição da proliferação celular.
Classicamente esses objetivos são atingidos com 3-5 horas, das mais diversas atividades (como nadar, correr, andar, ciclismo, dança e até mesmo atividades domésticas mais intensas), por semana, no entanto, qualquer aumento na sua quantidade de movimento diária é benéfica.
Cuidado especial deve ser tomado na prática da atividade física sem a devida proteção solar e bem como em horários inadequados, pois, tal comportamento pode ser responsável pelo aumento de neoplasias cutâneas.
Movimente-se!!!!!!

Referências Bibliográficas:
INCA – Instituto Nacional do Câncer – https://www.inca.gov.br/causas-e-prevencao/prevencao-e-fatores-de-risco/atividade-fisica, acessado em 11/08/2020.
JSHS, 2095-2546/© 2020 Published by Elsevier B.V. on behalf of Shanghai University of Sport.
Med Sci Sports Exerc. 2019. Nov; 51(11):2391-2402. doi: 10.1249.

Author profile
Dr. Heberton Medeiros - Oncologia
Dr Heberton Medeiros
Médico Oncologista at Real Instituto de Oncologia

Graduação em Medicina: Universidade Federal do Rio Grande do Norte- UFRN.
Residência em Clínica Médica: Santa Casa de Misericórdia de São Paulo.
Residência em Oncologia Clínica pelo AC Camargo Cancer Center, São Paulo-SP.
Mestre em Medicina Tropical pela UFPE.
Preceptor da Residência de Oncologia Clínica do Real Hospital Português.

 
× Olá, Como posso te ajudar?