Equivalence Randomized Trial to Compare Treatment on the Basis of sentinel Node Biopsy Versus Neck Node Dissection in Operable T1-T2N0 Oral and Oropharyngeal Cancer. (Journal of Clinical Oncology. Volume 38. Issue 34).

Equivalence Randomized Trial to Compare Treatment on the Basis of sentinel Node Biopsy Versus Neck Node Dissection in Operable T1-T2N0 Oral and Oropharyngeal Cancer. (Journal of Clinical Oncology. Volume 38. Issue 34).

Resumo por: em 26/11/2020

Os Carcinomas espinocelulares iniciais (T1-T2N0) de cavidade oral e orofaringe são classicamente tratados com ressecção cirúrgica do tumor primário associado a dissecção linfonodal eletiva com o objetivo de detectar metástases nodais ocultas, que apesar de indispensável, é associada a significativa morbidade como sangramento, infecções, linfedema e lesões nervosas.

Com o objetivo de reduzir a possibilidade dessas complicações foi idealizado esse ensaio clínico de fase 3, multicêntrico, com o objetivo de estabelecer a comparação entre a dissecção linfonodal (DL) e a biópsia de linfonodo sentinela (BLS), na população com tumores iniciais de cavidade oral e orofaringe.

Foram aleatorizados 307 pacientes entre DL ou BLS seguido de DL se congelação positiva, durante a cirurgia do tumor primário. O objetivo primário foi sobrevida livre de recorrência nodal cervical (SLRNC) em 2 anos, e objetivos secundários foram SLRNC em 5 anos, sobrevida livre de doença específica (SLDE) em 5 anos e sobrevida global. Foi analisado ainda tempo de estadia hospitalar, morbidade em pescoço e ombro e número de prescrições de fisioterapia durante 2 anos após a cirurgia.

Dados de 279 pacientes foram analisados, 139 no grupo de DL e 140 no grupo de BLS, a SLRNC em 2 anos foi de 86,6% (95% IC, 0,83% a 0,94%) e 90,7% (95% IC, 0,84% a 0,95%), respectivamente., confirmando a equivalência com p<0,01.

A SLRNC e SLDE m 5 anos e sobrevida global não apresentaram diferença significativa em ambos os braços. A mediana de estadia hospitalar foi de 8 dias no grupo de DL e de 7 dias no de BLS (p<0,01). Os resultados funcionais foram significativamente piores no braço de DL até seis meses após a cirurgia.

Como conclusão os autores mostraram a equivalência entre DL e BLS em pacientes com câncer oral ou de orofaringe inicial, com menor morbidade durante os primeiros seis meses de cirurgia para o braço da BLS e segundo os mesmos passa a ser o novo padrão de cuidados nessa população.

Author profile
Dr. Heberton Medeiros - Oncologia
Dr Heberton Medeiros
Médico Oncologista at Real Instituto de Oncologia

Graduação em Medicina: Universidade Federal do Rio Grande do Norte- UFRN.
Residência em Clínica Médica: Santa Casa de Misericórdia de São Paulo.
Residência em Oncologia Clínica pelo AC Camargo Cancer Center, São Paulo-SP.
Mestre em Medicina Tropical pela UFPE.
Preceptor da Residência de Oncologia Clínica do Real Hospital Português.

× Olá, Como posso te ajudar?