FDA (EUA) aprova primeira Imunoterapia para Câncer de Mama

Por Dr. Heberton Medeiros

O dia 8 de março foi especial para as pacientes com Câncer de mama nos Estados Unidos e no mundo. O FDA (Food and Drug Administration), a agência regulatória americana, aprovou o uso da primeira imunoterapia em Câncer de Mama.

A aprovação se baseou no estudo IMpassion 130 realizado pela empresa Roche, que comparou Nab-Paclitaxel versus Atezolizumabe com Nab-Paclitaxel no tratamento das mulheres com tumores do subtipo triplo-negativo metastáticos em primeira linha. O estudo incluiu 902 pacientes randomizadas nos dois braços. Mesmo as pacientes que já haviam usado Paclitaxel na adjuvância ou neoadjuvânia poderiam participar do estudo.

O benefício da combinação com Imunoterapia foi marcante no subgrupo de pacientes com positividade para expressão de PD-L1 no infiltrado tumoral , com aumento na sobrevida global da ordem de 10 meses e taxa de resposta completa de 10% x 1,6%. A aprovação da imunoterapia foi restrita a esse subgrupo de pacientes (40,9% no presente estudo).

O FDA deu o primeiro passo para que as outras agências regulatórias possam aprová-la e a partir de agora é uma questão de pouco tempo para iniciarmos o uso no Brasil.

Author profile
Dr. Heberton Medeiros - Oncologia
Dr Heberton Medeiros
Médico Oncologista at Real Instituto de Oncologia

Graduação em Medicina: Universidade Federal do Rio Grande do Norte- UFRN.
Residência em Clínica Médica: Santa Casa de Misericórdia de São Paulo.
Residência em Oncologia Clínica pelo AC Camargo Cancer Center, São Paulo-SP.
Mestre em Medicina Tropical pela UFPE.
Preceptor da Residência de Oncologia Clínica do Real Hospital Português.

× Olá, Como posso te ajudar?