Novembro Azul: Informação também é prevenção

Novembro Azul: Informação também é prevenção

Por   

Artigo escrito para o Jornal de Olinda em 06/11/2020

Associar os meses do ano a cores como forma de alerta ao combate de algum desagravo a saúde já se tornou uma rotina na nossa sociedade, e o novembro azul é uma importante campanha, que chama a atenção para a saúde do homem, em particular aos sinais e sintomas do câncer de próstata e suas formas de prevenção e diagnóstico precoce.

Essa iniciativa ocorre em 21 países ao redor do mundo, anualmente, e sua importância decorre do fato de que o câncer de próstata é o segundo mais comum no homem, atrás apenas do câncer de pele e com incidência aumentando a partir dos 65 anos de idade.

A próstata é uma glândula do aparelho reprodutor masculino, que se localiza em frente ao reto e abaixo da bexiga, e que produz parte do líquido seminal, pesa em torno de 20-30 gramas.

O câncer prostático ocorre em cerca de 15% dos homens, tem uma evolução lenta e, na maioria das vezes, com pouco ou nenhum sintoma e daí a importância do rastreamento através do toque retal e da dosagem do Antígeno Prostático Específico (PSA) no sangue.

Os principais fatores de risco para o seu desenvolvimento são a idade elevada (maior que 50 anos), história familiar de câncer de próstata, raça negra e sobrepeso ou obesidade.

Nos casos em que os sintomas se fazem presentes, pode surgir dificuldade de urinar, aumento da frequência urinária e sangramento na urina.

O diagnóstico definitivo é feito através de análise histopatológica de fragmentos da próstata através de biópsia e o tratamento pode ser realizado com cirurgia, radioterapia, hormonioterapia e quimioterapia.

Além do foco principal na prevenção e diagnóstico precoce do câncer de próstata, a campanha do novembro azul é uma oportunidade de se realizar uma avaliação geral na saúde do homem, tendo em vista uma maior negligência cultural dessa parcela da população em relação a realização de consultas e exames preventivos.

Dessa forma, os profissionais de saúde deverão aproveitar esse momento para promover mudança de hábitos de vida, rastreamento de doenças crônicas, como hipertensão arterial e Diabetes Mellitus, infecções sexualmente transmissíveis, assim como sua saúde mental.

Nós homens devemos aproveitar esse mês de conscientização e aprendermos com nossas companheiras, essas sim o verdadeiro sexo forte, a procurarmos precocemente assistência e promoção a saúde e dessa forma vivermos mais e envelhecermos com mais qualidade.

Author profile
Dr. Heberton Medeiros - Oncologia
Dr Heberton Medeiros
Médico Oncologista at Real Instituto de Oncologia

Graduação em Medicina: Universidade Federal do Rio Grande do Norte- UFRN.
Residência em Clínica Médica: Santa Casa de Misericórdia de São Paulo.
Residência em Oncologia Clínica pelo AC Camargo Cancer Center, São Paulo-SP.
Mestre em Medicina Tropical pela UFPE.
Preceptor da Residência de Oncologia Clínica do Real Hospital Português.

× Olá, Como posso te ajudar?